quarta-feira, 4 de fevereiro de 2009

DO LIVRO DE POEMAS "DO REAL IMAGINADO"



- maremoto -

olho do trans
tornado
mândubla-moenda

----TUBARÃO

O que nunca dorme
- marsibério
simério -
chama de sal incessante
acorrentada
à busca sem rosto

O que nunca pára
(reatorcontínuomar
correntes)
músculos da água
obstinada
até fender a fronteira

------ - --e

- --- maremorto -

arrebentar a busca nas geleiras
- - - - - -
- - - - - - -

9 comentários:

b disse...

Muito obrigada pela visita, volte sempre.
Que poema controverso no verso e de uma beleza incisiva!
Parabéns e outro parabéns pela cidade onde moras.
Belém do Pará é mágica e simpática.
Só conheço de longe, mas sou extremamente simpática com a terra da água de cheiro.
Isso aí é místico hein!

Anônimo disse...

oi edson,


li esse poema ontem, ao livro, e agora aqui, sigo lendo 'do real...', com cuidado e atento. linkei teu blog a vieiranemb...

abraços,


paulovieira

Ines disse...

Li alguns poemas de seu livro"Do Real Imaginado".A força das palavras é quase física ...
E haja sensações.Li com cuidado de analista " Canção da Noite " É delicado ,emocionante..Também "Infância" gosto do tom narrativo e do clima nostálgico ...há um "eu-lírico" em extase ali.
Jóia em "repente "
...Léguas de crina da égua
pêlos, flancos do sertão
dorso de pele sem trégua
sem regras na imensidão
galope franco , sem rédeas
braçadas ao violão ..."
Explêndido Edson.Explêndido."

ines disse...

Leia-se esplêndido onde lê-se explêndido.

firmafortedocerrado disse...

Foto estimulante

katy disse...

lindos, a imagem e o poema.

b disse...

Oi.
Tem carnaval lá no blog.
Tomara que gostes.
Beijos com água de cheiro a essa terra mágica!

dominus010 disse...

vc vai aparecer aqui no Rio, cara, pro caranaval? Me fala, eu tô precisando de uma ajuda para publicar o meu livro, vlw?

edson coelho disse...

não, camarada, só vou pintar por aí daqui a um ano. tô me mudando para nosso - ufa - apartamento, que consumiu toda a grana.
quanto ao livro: não sei como está seu livro, mas não esqueça nunca um verso do bob dylan: vou aprender bem a canção antes de cantá-la. acredito que você tem talento, mas é preciso ter calma. pense nisso